Notícias


Agricultor familiar de Boa Ventura volta a cultivar algodão mais de 30 anos depois

Depois de mais de três décadas sem cultivar algodão em sua propriedade, devido à praga do bicudo e falta de mercado, o agricultor familiar Otacílio Madalena dos Santos, do Sítio Tamanduá, município de Boa Ventura, no Vale do Piancó, atendeu ao apelo da Secretaria Municipal de Agricultura e o Governo do Estado, feito por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Além dele, que cedeu as terras para o plantio, seus três filhos Marcelo Madalena, Otacílio Madalena dos Santos e Lucas Madalena de Sá, além de mais três vizinhos, trabalham no cultivo dos nove hectares de algodão que em breve será colhido. O algodão plantado é consorciado com milho e gergelim e foi cultivado com tração animal, o que ajudou na redução de custos.É o primeiro ano que participam do projeto, mas já demonstraram interesse na continuação da safra do próximo ano. Ele havia tomado conhecimento do projeto por meio da Emater e aceitou participar porque sabe que é uma atividade rentável. No município os agricultores são acompanhados pelos extensionistas. A prefeitura garantiu o apoio ao projeto e proporcionara o corte de terras gratuitas para o cultivo da próxima safra que virar. « Voltar